Estudantes de Jornalismo do Unisba criam produto no Instagram para refletir sobre impactos da COVID-19

Publicado em 27 de outubro de 2020.

Sete meses, mais de 200 dias, horas que passam rápido demais e, às vezes, tão lentamente que dói. São mais de 150 mil famílias despedaçadas; pais, filhos, irmão, tios, vizinhos que não tiveram a chance de dizer adeus. Mais de 150 mil abraços que deixamos de dar! Não é uma “gripezinha”. Não estamos “Superdimensionando” o coronavírus. Não é uma “histeria”, muito menos uma questão de escolha, simplista, entre cloroquinas e tubaínas. Não “demos azar” e tampouco “fomos covardes” no enfrentamento ao vírus. “E daí”? Por que precisamos e vamos continuar falando sobre a pandemia?

O Pandemia do Relato (instagram.com/pandemiadorelato), produzido pelas/os estudantes Bruna Amorim, Fábio Passos, Gabriel Rodrigues, Laila Miranda, Luan Borges e Mirian Lacerda do curso de jornalismo e coordenado pela Profa. Dra. Claudiane Carvalho do Centro Universitário Social da Bahia (UNISBA), é um perfil de informações que busca propor reflexões críticas sobre as diversas problemáticas sociais agravadas pela crise sanitária da Covid-19. A equipe assume o compromisso de visibilizar as histórias das pessoas que estão sofrendo os impactos da pandemia, sobretudo aquelas que não têm sua voz ouvida.

O projeto, vinculado à rede social Instagram, apresenta uma série de aspectos estratégicos para comunicação nas redes sociais e tem o objetivo de refletir sobre o impacto do ambiente digital das redes nas relações e práticas da sociedade. Em alguma medida, a rede social, oferece uma série de possibilidades que podem potencializar os conteúdos construídos para Internet e tem sido uma ferramenta importante ao fortalecimento do jornalismo na web.

Nesse sentido, o Pandemia do Relato propõe trazer conteúdos diversos, com diferencial nas abordagens (editorias), apostando em novas linguagens, de forma humanizada, plural e inclusiva. O uso e exploração dos recursos do Instagram têm sido trabalhados estrategicamente para aumentar o engajamento com os usuários da plataforma digital e para circulação rápida de informações verificadas.

Para executar o projeto, foram pensadas as seguintes abordagens:

1) “Elas por Elas”,que aborda a pandemia sob o ponto de vista das mulheres;

2) “Nosso Verde”,para visibilizar as urgências relacionadas ao meio ambiente e ao nosso comportamento nocivo à vida do planeta;

3) Nós da Pandemia, que busca mostrar a pluralidade de vozes e histórias no contexto pandêmico, dando prioridade às histórias que não estão em visibilidade na mídia hegemônica; o

4) TerçA+, que é um espaço semanal nos stories , que traz uma sequência de conteúdos apresentando alguma temática exclusiva para semana;

5) Os Porquês, que apresenta as diversas questões que são atravessadoras às pessoas na pandemia;

6) Racialize, um espaço para visibilizar histórias, cosmovisões e narrativas em perspectivas de coloniais e inclusivas para minorias sociais não-brancas;

7) Zapeia, que busca explorar a construção de um boletim semanal, dentro das diversas temáticas, com breves resumos que auxiliem no combate às fakes news e links confiáveis para acesso integral aos temas tratados; e o

8) ATOF5, para repercutir novas perspectivas às práticas do jornalismo e das relações e comportamento humano de um modo geral.

Para saber mais informações e acompanhar o Pandemia do Relato, basta seguir o perfil no Instagram (@pandemiadorelato) e ativar as notificações para não perder nenhum conteúdo.

Contatos – Editores do Pandemia do Relato

Bruna Amorim

Tel./Whatsapp: (71) 98851-4107

E-mail: brunaamorim@ymail.com

Gabriel Rodrigues

Tel./Whatsapp: (71) 99292-2672

E-mail: infojob.gabriel@gmail.com

Laila Miranda

Tel./Whatsapp: (71) 98665-4471

E-mail: laila.miranda@outlook.com

Este material foi escrito pela equipe de estudantes do Curso de Jornalismo do Centro Universitário UNISBA.

Últimas Notícias